Follow by Email

terça-feira, 5 de julho de 2011

Logo hoje

Hoje sinto os meus dedos dormentes
ao esperar você que nem sabe que te espero.
Hoje que não sei nem mesmo quem sou
percebo que amores platônicos são os mais interessantes...
Tinha tantos planos, logo hoje que você não veio
logo hoje que não vi você
Logo hoje que ia ser tudo ou nada
ia te entregar minhas poesias embriagadas
Me embriagar em suas mal acabadas
Logo hoje que não vi você...
logo hoje que você não veio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário